Natal já foi proibido de ser comemorado por cristãos

Natal já foi proibido de ser comemorado por cristãos


Natal já foi proibido de ser comemorado por cristãos Hoje, ninguém imagina dezembro sem Natal. Mas esse não foi sempre o caso. O feriado religioso já foi proibido nos Estados Unidos e na Inglaterra por várias décadas – pelos próprios cristãos. A maioria dos americanos não está ciente de que o Natal foi banido, por exemplo, em Boston de 1659 a 1681.
A guerra original contra o Natal foi travada durante os séculos XVI e XVII pelos puritanos, ou cristãos protestantes que acreditavam que as pessoas precisavam de regras rígidas para serem religiosos, e que qualquer tipo de festa ou animação era pecado.
Assim, os próprios seguidores de Jesus Cristo, tanto na América quanto na Inglaterra, ajudaram a aprovar leis que tornaram ilegal celebrar o Natal. Eles acreditavam que era um insulto a Deus honrar um dia que já foi associado com o paganismo antigo.
Todas as atividades de Natal, incluindo danças, peças sazonais, jogos, cantar canções natalinas, e sobretudo de beber, foram proibidas pelo Parlamento dominado pelos puritanos da Inglaterra, em 1644, com os puritanos da Nova Inglaterra seguindo a tendência.
Em Boston, o Natal foi proibido. Na colônia de Plymouth, se tornou uma ofensa criminal. As árvores de Natal e as decorações foram consideradas rituais pagãos impuros, e os puritanos proibiram os alimentos tradicionais da época, como tortas e pudins. As leis puritanas exigiam que as lojas e empresas permanecessem abertas durante todo o dia de Natal, e crentes caminhavam pelas ruas na véspera do evento gritando “Não ao Natal!”.
Na Inglaterra, a proibição do feriado foi levantada em 1660, quando o rei Carlos II assumiu o trono. No entanto, a presença puritana permaneceu na Nova Inglaterra, nos EUA, e o Natal não se tornou um feriado legal até 1856. Mesmo assim, algumas escolas continuaram a dar aulas em 25 de dezembro até 1870.
Embora a mudança tenha sido gradual, as pessoas começaram a abraçar novamente essa comemoração feliz, e o feriado do Natal como conhecemos hoje, cheio de viscos e doces, voltou a ser comemorado por todas as colônias americanas.

Fonte: http://zipgospel.net
Ele é Cristão
Ele é Cristão

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Um comentário:

  1. Eu continuo com a minha posição: Natal é uma festa pagã e todos sabem disso!

    ResponderExcluir