Ore - 10: Aprendendo com as crianças sobre o amor

Aprendendo com as crianças sobre o amor
"Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos." João 15.13


Os morteiros foram lançados sobre um orfanato dirigido por missionários. Os missionários e duas crianças morreram imediatamente. Várias outras crianças ficaram feridas, inclusive uma menina de oito anos de idade. A equipe médica que chegou para ajudar logo percebeu que aquela menininha foi a mais gravemente ferida. Sabiam que sem uma ação rápida, ela perderia muito sangue e provavelmente morreria.

Quando os médicos e enfermeiros explicaram às outras crianças que era absolutamente necessária uma transfusão de sangue, o pedido de um doador de sangue foi recebido por olhos arregalados e silêncio. Então, uma pequena mão subiu, e um rapaz se ofereceu. Ele foi rapidamente colocado em uma maca. Seu braço foi limpo com álcool e uma agulha foi inserida em sua veia. Durante todo o processo, ele estava duro e silencioso, mas continuou a soluçar. Mais tarde, aquele soluço se transformou em um choro constante e silencioso. A equipe médica perguntava a ele se estava doendo, mas ele apenas balançava a cabeça e continuava a chorar.

Passado um tempo, o menino parou de chorar, abriu os olhos e olhou interrogativamente para a enfermeira que retirava a agulha de seu braço. Um olhar de grande alívio se espalhou pelo rosto. O menino pensava o tempo todo que iria morrer. Ele havia entendido mal. Pensou que precisaria doar todo o seu sangue para que a menina pudesse viver. Mesmo assim, ele aceitou. Ela era sua amiga.
àPaís: Indonésia
Pedido de Oração
  • Enquanto os muçulmanos oram a Alá, ore por eles. Peça a Deus para que tanto eles, quanto a Igreja brasileira sejam cheios do perfeito amor de Cristo.
Fonte: PortasAbertas.org.br
Ele é Cristão
Ele é Cristão

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário