Ore - Dia 9: Fé que vence o medo da morte

Fé que vence o medo da morte

"De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos." 2 Coríntios 4.8-9

SiteRamada_Dia9_04072014.jpg

Idris Nalos, um africano animista, havia se convertido à fé cristã. Logo após sua conversão, ele se tornou um evangelista e começou a pregar em lugares remotos. Em poucos anos, ele plantou três igrejas, e isso chamou a atenção do olhar atento das autoridades.

Considerado perigoso por causa de suas atividades cristãs, ele foi preso pelo governo islâmico e torturado com o objetivo de forçá-lo a negar sua fé. Espancado por horas, todos os dias, ele também foi totalmente privado de sono. Recusando-se a desistir e ceder às exigências dos policiais, ele implorou a Deus para fortalecê-lo. Ele não queria mostrar aos guardas que estava prestes a ruir.

Deus respondeu a oração de Nalos dando-lhe uma visão. O Senhor mostrou a ele todos aqueles a quem ele havia pregado o evangelho que, por sua vez, agora falavam do evangelho a outras pessoas. "Eu vi todos aqueles que foram salvos", disse ele. Nesta visão, ele percebeu que, mesmo que a sua vida fosse tirada, outros estavam dispostos a seguir em frente, dando continuidade ao seu ministério. A partir deste momento, Nalos já não temia por sua vida. Após três semanas de tormento incessante, seus torturadores o liberaram sem explicação.


https://www.portasabertas.org.br/ImageHandler.ashx?imageUrl=http%3A%2F%2Fwww.portasabertas.org.br%2Fmain%2Framada%2F3200355%3Fview%3DStandard&maxWidth=1307&isJpeg=true



Pedido de oração

  • Ore pelos cristãos que são tentados quase além do que podem suportar humanamente. Peça ao Senhor para que os fortaleça e encoraje, mesmo em meio a circunstâncias tão difíceis.
País: Sudão

Fonte: PortasAbertas.org.br
Ele é Cristão
Ele é Cristão

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário